sábado, 3 de agosto de 2013

População de Garanhuns faz passeata em protesto a crimes de homicídios não solucionados pela polícia

Alunos e amigos da escola onde Joana Beatriz estudava foram as ruas
A passeata saiu da praça do relógio das flores, por volta das 10h da manhã deste sábado (3) em direção ao centro da cidade, tendo a frente policiais da ROCAM e Efetivo de Transito que deram segurança até seu termino em frente a prefeitura da cidade.

Os manifestantes portavam cartazes pedido justiça, pois vários crimes que ocorreram na cidade estão impunes.

O crime mais recente que chocou Garanhuns e região foi o da adolescente, Joana Beatriz de 13 anos, que foi assassinada por enforcamento, o criminoso ainda não foi identificado. A advogada Dr. Claudomira Andrade em solidariedade a família de Joana organizou essa passeata, onde parentes de outras vítimas também participaram. Era grande a quantidade de amigos e familiares do conhecido “Junior da polpa”, homem assassinado há quatro meses no bairro da Boa Vista e até essa hoje o crime continua na impunidade. O pai de “Junior da polpa” fez um discurso emocionado em frente ao Fórum pedido justiça, e que o crime de filho não mergulhe na impunidade como tantos e tantos outros ocorridos na cidade. Crimes ocorridos a mais de três anos também foram lembrados durante o percurso.

A passeata contou com a participação do bispo Dom Fernando Guimarães e pastor Inaldo, que levaram uma palavra de conforto aos familiares e pediram que PAZ fosse um dos assuntos principais nos lares de todas as famílias.
video

Defronte a prefeitura a Dr. Claudomira Andrade agradeceu o apoio da Coordenadoria da Mulher de alguns políticos presentes, órgãos de impressa e Polícia Militar.

Em uma conversão com os pais de Joana, os mesmos pediram para a população ajudar a Polícia Civil a encontrar o assassino de sua filha, por menor que seja sua informação, vai ajudar bastante a polícia.
Mãe de Joana, Dr. Claudomira e o pai da Joana Beatriz

Jovens participaram da passeata
Dom Fernado e Pastor Inaldo

familiares ouvindo os religiosos
Efetivo do Transito e ROCAM

Escola onde Joana Beatriz estudava
A passeata passou em frente a escola

Av. Rui Barbosa
Muita gente participando

Familiares e amigos pedido justiça
Pai de "Junior da Poupa" fez discurso em frente o Fórum




Dr. Claudomira Andrade
Muitos jovens presentes

5 comentários :

  1. É isso ai galera, chega de impunidade. A policia tem que trabalhar.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Claudomira Andrade! Foi linda sua iniciativa. O crime da menina Joana e tantos outros n podem ficar impunes. E sei que a polícia trabalha. Mas cabe a população também ajudar, e fazer suas denuncias!

    ResponderExcluir