quarta-feira, 19 de junho de 2013

GENALDI VIABILIZA REFORMA NO HOSPITAL DE SÃO JOÃO

Prefeito Genaldi Zumba e Secretário de Saúde José Porfírio
A Prefeitura de São João vem viabilizando uma série de ações no segmento de saúde. A reforma no Hospital Municipal Josefa Cordeiro Vilaça esta entre as principais ações no segmento, viabilizadas através da secretaria de Saúde.

O setor de emergência da Unidade passa por obras e deverá ser entregue a população nos próximos dias. Já as salas de curativos, estabilização e emergência foram organizadas em setores específicos. “O Prefeito Genaldi trata a saúde como prioridade em seu Governo, por isso são inúmeras as ações no setor”, registra José Porfírio, secretário de Saúde do Município, que acrescenta: “estamos reformando equipamentos que estavam sem qualquer condição de uso, como as mesas cirúrgicas, por exemplo, e vamos climatizar as duas salas cirúrgicas, a sala de parto, o consultório médico, o alojamento dos médicos, o almoxarifado e a farmácia. A meta é dar melhores condições de trabalho aos profissionais e um atendimento mais humanizado aos nossos pacientes”, acrescenta Porfírio.

Ainda segundo o Secretário, as ações de reforma também chegarão aos setores de refeitório, estacionamento e de expectação, este último, onde as gestantes recebem os primeiros atendimentos durante os partos realizados no Hospital. “A partir do segundo semestre estipulamos como meta a reforma de uma enfermaria por mês. Atualmente o nosso Hospital possui sete setores neste segmento”, pontua o titular da pasta de Saúde Municipal.

QUADRO MÉDICO – De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, todos os plantões médicos do Hospital Josefa Cordeiro Vilaça estão completos. “Fizemos um grande esforço e temos médico todos os dias em nosso hospital, inclusive nos finais de semana. Além disso, oferecemos atendimentos especializados, através de clínicos gerais, pediatras e endocrinologistas, entre outros”, registra o secretário José Porfírio.

“Estamos com a nossa equipe cirúrgica devidamente contratada e aguardamos apenas o término da reforma na emergência e nos equipamentos do bloco cirúrgico para iniciarmos as intervenções cirúrgicas”, informa Porfírio.