segunda-feira, 13 de maio de 2013

Pessoas com deficiência visitam Arena da Copa

Cadeirantes foram transportados em unidades móveis adaptadas e puderam conhecer a arena Pernambuco.

Faltando poucos dias para a Copa das Confederações, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSDH), em parceria com a Consórcio Odebrecht, proporcionou para as pessoas com deficiência, no último sábado (11),  uma visita a Arena da Copa. A ação teve como objetivo oferecer ao público deficiente a oportunidade de conhecer a arena multiuso. 

Esta foi a primeira rota teste de lazer do Programa PE Conduz, que beneficiou 20 cadeirantes, prevista na política Estadual da Pessoa com Deficiência e servirá para deslocamento desse público à lugares de diversão.

Laura Gomes, secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, falou sobre a satisfação de poder oferecer a essas pessoas um momento de lazer e diversão. “Todos nós temos o direito de nos divertir. Não podemos deixar a deficiência física nos limitar a ir a determinados lugares. Por isso, o Governo do Estado vem trabalhando e elaborando cada vez mais projetos e desenvolvendo ações para as pessoas com deficiência. Levar eles para a Arena da Copa é gratificante, todos nós pernambucanos queremos conhecer esse espaço tão almejado para as duas copas que estão por vir”. Ela ressaltou que a questão do lazer vem sendo proporcionada desde 2011, oferecendo os camarotes da acessibilidade em festa comemorativas como Carnaval, São João de Caruaru e Festival de Inverno de Garanhuns.

Além dos cadeirantes, 10 surdos e cegos também participaram do passeio. A SEDSDH disponibilizou ônibus, intérprete de Língua Brasileira de Sinais (Libras) e audiodescritor.

Guilherme Vasconcelos, 25 anos, cadeirante, solteiro, estudante de estatística, destacou os acessos para os deficientes, aprovando toda a acessibilidade da Arena Pernambuco, e enaltecendo a disponibilidade de 48 banheiros, masculinos e femininos, exclusivos para deficientes, e as vagas especiais no estacionamento.

Já para o engenheiro civil, Rodrigo Amorim, todos os acessos da arena são adaptados, pensados para os deficientes, desde o estacionamento até a arquibancada. “A quantidade de vagas respeita as normas de proximidade dos portões do estádio, contando com catraca e entrada acessível em todas as entradas na Arena. Além disso, contamos com 7 mil metros de piso tátil, direcional e alerta, proporcionando aos deficientes autonomia de acesso e circulação pela arena multiuso”. 

O Pernambuco Conduz foi implantado para garantir o acesso das pessoas com deficiência física, com comprometimento da mobilidade, associada ou não a outra deficiência, de baixa renda, que não apresentam condições de se locomover com autonomia, nos demais meios de transporte coletivo, a fim de viabilizar o acesso aos serviços de saúde, habilitação e reabilitação em tratamentos contínuos. Essa ação deu início a rota teste PE Conduz Lazer.

Nenhum comentário :

Postar um comentário