quarta-feira, 17 de julho de 2013

Mulher é presa por homicídio na cidade de Brejão

Na data de ontem, dia 16/07/2013, policiais civis das delegacias de Brejão e Terezinha deflagraram mais uma operação que culminou na prisão de uma mulher condenada pela prática de um homicídio. Ela foi condenada a doze (12) anos de reclusão em regime fechado. De posse do mandado de prisão, a polícia localizou ANA MARIA BARROS LEITE, 28 anos, no Sítio Barreiras, zona rural de Terezinha.

Dos Fatos: no dia 07/03/2007, José Maria Herculano, 46 anos, e companheiro de Ana Maria, foi encontrado morto em sua residência, localizada no Sítio Riacho Seco, zona rural de Brejão. Inicialmente, o caso foi tratado como suicídio, mas, com os trabalhos policiais feitos ainda na cena do crime, começaram a surgir algumas dúvidas. A posição da arma em relação ao corpo (para quem se mata com um tiro no ouvido) era muito estranha. Testemunhas confirmaram desavenças entre o casal naquela noite e, para complicar a situação de Ana Maria, uma prova técnica afastou a possibilidade de suicídio. Um exame feito nas mãos da vítima (residuográfico) não constatou sinais de pólvora em suas mãos, o que ocorreria se a arma fosse por ela (vítima) disparada. Ana Maria chegou a ser presa em 2009, quando ficou quase um mês na cadeia. Levada a júri em 2010, foi condenada, contudo, ficou aguardando recurso judicial em liberdade. Negado o recurso, ela terá agora que cumprir a pena que lhe foi imposta pela justiça: 12 anos de reclusão em regime fechado. Motivação do crime: financeira, conforme denúncia do Ministério Público. Foi conduzida à presença da delegada de Brejão, Maria das Graças, e encaminhada ao presídio feminino de Buíque.

Imagem cedida pela polícia civil / divulgação.

Um comentário :