sexta-feira, 10 de maio de 2013

Trinta e seis pessoas foram presas durante seis Operações Policiais em Pernambuco, dois deles residiam em Caetés

As Polícias Civil e Militar de Pernambuco prenderam 36 suspeitos em seis operações deflagradas, simultaneamente, nesta quinta-feira (9), no Recife, na Região Metropolitana e no interior do Estado. Vinte e oito pessoas foram detidas em função de mandados de prisão expedidos pela Justiça e oito foram pegas em flagrante. Entre os presos, há três peruanos que fariam parte de uma quadrilha de falsificadores de roupas das regiões Norte e Nordeste. Eles foram detidos na Operação Lima, da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra à Propriedade Imaterial (Deprim). Também foram autuados 27 detentos que, segundo a polícia, de dentro das unidades prisionais, integravam grupos criminosos que continuam agindo nas ruas.

Como as operações ainda estão em curso, os detalhes só serão divulgados pela Chefia de Polícia nesta sexta-feira (10). Quatro das seis operações ocorrem na capital. Além da Lima, há a Check List, da Diretoria Integrada Metropolitana (DIN), para combater o tráfico de drogas na Zona Oeste. Já a Capricórnio, do Departamento de Repressão ao Narcotráfico (Denarc), também desarticulou bandos suspeitos de comercializar entorpecentes no Recife. A Operação Água Legal, da Delegacia do Consumidor, capturou pessoas que estariam envasando e vendendo água imprópria para o consumo.

A Operação Agreste Seguro II também combateu o tráfico na região, principalmente no município de Caruaru.

Por fim, a Operação Gaiola prendeu suspeitos de tráfico e homicídios no Sertão, com foco na cidade de Arcoverde, sendo também cumpridos dois mandados de prisão por tráfico de drogas no sítio Riacho Fundo, Caetés-PE, próximo da divisa com Garanhuns, onde foram presos Raimundo Gerson da Silva, vulgo “Coroa ou Ceará”, o qual distribuía drogas para Fagner Cursino de Azevedo que já estava preso em Arcoverde, e sua mulher Maria Adeilma da Silva Alves. Foi apreendido no local placas de veículos e um revolver calibre 38. Segundo fontes policiais, “Ceará” que é ex-presidiário, era um dos maiores fornecedores de drogas de Garanhuns e região.

As ações fazem parte das comemorações dos seis anos do programa Pacto Pela Vida, da Secretaria de Defesa Social (SDS). Os policiais também apreenderam armas, drogas, materiais piratas e garrafões de água. Mais de 450 homens da corporação estiveram envolvidos. No momento, eles fazem diligências para tentar capturar seis pessoas que ainda estão foragidas.

Os detidos estão sendo levados à sede do Grupo de Operações Especiais (GOE), no bairro do Cordeiro, Zona Oeste do Recife, à Coordenação de Operações e Recursos Especiais (Core), no bairro de São José, centro da capital, e a delegacias do interior.


» RESULTADO DA OPERAÇÃO AGRESTE SEGURO II: 1,  2,  3,   

» VIDEO REPORTAGENS DA OPERAÇÃO AGRESTE SEGURO II: 1,  2,  3,   

» OPERAÇÃO AGRESTE SEGURO I: 1,  

Um comentário :

  1. Essa cas é bem pertinho do sitio do meu avô bem ki eu axava aquela casa muito esquisita pois ela tinha os muros altos e cada vez ki eu passava la o muro tava mais autos ...

    ResponderExcluir