segunda-feira, 20 de maio de 2013

Palmeirina acolhe o Bispo Dom Fernando Guimarães em visita Pastoral

A cidade de Palmeirina, no Agreste Pernambucano, comemorou a visita do Bispo da Diocese de Garanhuns Dom Fernando Guimarães, que desde a última quinta-feira, dia 16, realizou ações pastorais naquele Município.

Uma série de atividades como encontro com os representantes da Administração Municipal, reunião com o Conselho Econômico e Administrativo da Secretaria, conversa com jovens, visita à creche e ao Hospital Municipal foram realizadas nestes quatro dias.

Entre um compromisso e outro, também foram vivenciadas celebrações eucarísticas, terço dos homens, orações e conselhos dados aos munícipes, que se emocionaram com as palavras do Membro da Diocese.

Assim como a população, a Administração Municipal também esteve envolvida neste processo de acolhida ao Bispo Dom Fernando, trabalhando em parceria com a Paróquia e proporcionando assim uma programação visual informativa e receptiva ao Bispo. A vice-prefeita de Palmeirina, Eliane Moraes, destacou a importância da visita de Dom Fernando. “É muito importante compartilharmos deste momento com os nossos conterrâneos. A presença de Dom Fernando entre nós nos leva a refletir sobre os valores cristãos e reforça em cada um dos Palmeirinenses o sentido da fé em Jesus”, afirmou.
O Bispo Dom Fernando Guimarães agradeceu a receptividade proporcionada e destacou a importância da Evangelização. “Estamos dando continuidade às visitas pastorais aos Municípios, conhecendo todas as realidades. Aqui em Palmeirina tive encontro com as autoridades, com os poderes constituídos, com o Conselho Tutelar, além de visitas a creche e ao hospital da Cidade”, informou Dom Fernando, acrescentando um dos momentos importantes da Visita. “Acredito que o encontro com os jovens, o diálogo direto do Bispo com a juventude, com o futuro do país, o futuro da nossa Igreja é um momento de grande importância, pois é nesse diálogo em que a gente pode responder as perguntas que os jovens livremente formulam e são perguntas muito profundas, que dizem respeito às preocupações com relação à vida. A nossa meta é passar os valores que a Igreja defende e animar a caminhada dessa juventude”, concluiu.

Nenhum comentário :

Postar um comentário