quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Pedreiro foi assassinado a pedrada em Garanhuns

A vítima Sandro José Bezerra, de 31 anos, estava no “BAR de ZÉ MARIA” na Rua Cap. Pedro Rodrigues, bairro Brasília, e quando se dirigia para sua residência que fica na Rua Flávio Cavalcante, próximo ao Bar, ele foi seguido por dois elementos que o abordaram e o agrediram com pedradas na cabeça. Sandro foi encontrado caído ao chão por volta das 23h do dia 06.11.2012 e de imediato foi socorrido por populares para o Hospital Dom Moura, e devido a gravidade dos ferimentos ele foi transferido para o Hospital da Restauração em Recife. Sandro ficou internado em estado grave e por volta das 15h30 de terça-feira (07), ele veio a óbito.

Segundo informações, a vítima trabalhava como pedreiro em uma construção no centro da cidade, e no dia do fato ele tinha recebido seu salário e foi ao referido bar, beber. Possivelmente os elementos tenha-o seguido com a intenção de assaltá-lo.

O crime que é de autoria desconhecida vai ser investigado pelos policiais civis do Grupo de CVLI da 18ª DESEC de Garanhuns.

5 comentários :

  1. Esse BAR de Zé Maria é Zica heim, DEUS me livre...

    ResponderExcluir
  2. tambem achoo nao tem o que um bar desse ainda
    continuar aberto espere fechem pois e uma bar nao e uma
    zinca aff maria

    ResponderExcluir
  3. Isso é uma grande injustiça, um fato ocorrido com um trabalhador, pai de família,um ser humano fantástico, que não teve como se defender de uma violência tão grande,onde não se pode mais circular em uma cidade que é bonita, porem violenta.

    ResponderExcluir
  4. A culpa não é do dono do bar e sim dos frequentadores que não sabem beber e misturam as coisas, prejudicando uma família que sofre com a perda de um HOMEM...

    ResponderExcluir
  5. Sinceramente, A culpa não é do dono do bar, ele não tem nada ah ver, e estão julgando ele por causa disso, e acho que esses fatos que ocorreram lá foram coincidências, poderia ter sido em qualquer lugar gente, lamento ao fato que ocorreu, sou família do dono do bar, e ele também sente muito pelo acontecido até porquê o falecido foi ex funcionário dele.

    ResponderExcluir