terça-feira, 6 de agosto de 2013

Estado e Município unem forças no combate à violência contra a mulher

Caso Joana, em Garanhuns, não ficará impune segundo delegado.

Preocupados com a violência praticada contra a mulher em Garanhuns e sensibilizados com o caso Joana, o Governo de Pernambuco e suas frentes, como a Secretaria Estadual da Mulher e Secretaria de Defesa Social (SDS); Governo Municipal de Garanhuns, por meio da Coordenadoria da Mulher, bem como as parcerias da Delegacia da Mulher, além do comando das polícias Civil e Militar, estiveram reunidos na manhã desta terça-feira (06), no Gabinete do Palácio Celso Galvão, para discutir estratégias e situações referentes à mulher. O objetivo, em conjunto, é para o enfrentamento da luta de fortalecimento quanto a violência feminina no município.

Em sua fala, a secretária da Mulher de Pernambuco, Cristina Buarque, declarou que apesar dos crescentes assassinatos na cidade, nenhum segue a mesma lógica de outros crimes. Segundo ela, durante muito tempo, as mulheres foram vítimas de maneira geral, mas que agora serão acobertadas pelos organismos voltados ao assunto, como forma de assegurar seus direitos e ampliar suas vozes.

Quanto ao caso Joana, o prefeito Izaías Régis declarou ser um fato triste para a região, tendo em vista ser de repercussão. E que, portanto, precisa ser elucidado. No ensejo, o delegado Regional de Garanhuns, Marcos Omena, declarou que este será um caso que não ficará impune. “Todos os crimes cometidos contra mulheres no ano passado, por exemplo, foram esclarecidos. E, com este, não será diferente”, reforçou. Investir no jovem, por meio de ações culturais e de lazer, bem como com ações educacionais, a exemplo da implantação de escolas em tempo integral no município, são algumas das alternativas de ocupação observadas pelo prefeito Izaías, no trato com a mudança do cenário local, quanto à violência. “Ir para dentro das escolas é uma boa opção”, declarou a secretária Cristina Buarque, em conformidade com o gestor.

A coordenadora de Políticas Públicas para as Mulheres em Garanhuns, Eliane Simões, destacou o lançamento da campanha pernambucana “Maria da Penha na Escola”, que deverá acontecer no próximo dia 23 de setembro. “Os estudos quanto ao assunto que já foram iniciados na Cidade acontecem em parceria com a Secretaria de Educação Municipal, GRE, TIM, polícias Civil e Militar, bem como com as igrejas, e ainda têm abrangência na Zona Rural”, detalhou.

CONHECENDO “MARIA DA PENHA NA ESCOLA” - A campanha de cunho preventivo acontecerá nas escolas por meio de palestras voltadas aos alunos, pais de alunos, professores e gestores escolares, os quais serão convidados a refletirem sobre as questões de gênero. Ou seja, sobre o que é ser homem e mulher nesta sociedade moderna. Além disso, as palestras também envolverão abordagem sobre violência doméstica e um concurso de Hip Hop, Cordel, e quadrinhos, abordando a Lei Maria da Penha. Cada unidade escolar terá seu representante no julgamento final. O autor de cada segmento, a exemplo do Hip Hop, ganhará um prêmio, e a escola vencedora receberá o certificado de “Amiga da Mulher”, das mãos da própria Maria da Penha, a qual dá nome a Lei.

Nenhum comentário :

Postar um comentário