sexta-feira, 26 de julho de 2013

ROSSINE defende que consórcio de municípios gerencie aterro sanitário de Lajedo

Alegando que o Aterro Sanitário implantado em seu Município vem gerando despesas extras e acarretado problemas burocráticos para a sua administração, o prefeito de Lajedo, Rossine Blésmany (PSD) fez um alerta aos prefeitos dos municípios que depositam o lixo gerado em suas cidades no Aterro Lajedense: “caso não seja formado um Consórcio dos municípios para gerir o Aterro Sanitário, deixaremos de receber o lixo de outras cidades”.

Atualmente, o Aterro Sanitário de Lajedo recebe o lixo de seis cidades, o município sede, São João, Ibirajuba, Jurema, São Bento do Una e Cachoeirinha. Os Municípios de Jupi, Calçado, Canhotinho e Jucati também planejam depositar os seus resíduos no aterro de Lajedo.

O alerta foi feito durante reunião itinerante da CODEAM, realizada naquele Município, nesta quinta-feira, dia 25. Os prefeitos de São João, Genaldi Zumba e de Jurema, Agnaldo Inácio estavam presentes. Já os governantes de Ibirajuba, São Bento do Una e Cachoeirinha sequer enviaram representantes ao Encontro.

A ideia de Blésmany é que os dez municípios que passarão a depositar os seus resíduos sólidos em Lajedo, formem um Consórcio para gerir financeiramente e administrativamente o empreendimento. “A conta não fecha. Recebemos dos municípios um valor muito inferior ao que é gasto na manutenção do Aterro. Estamos pagando para receber o lixo de outras cidades, o que penaliza Lajedo”, argumentou o Prefeito durante a reunião, que adiantou: “não quero ser o presidente do Consórcio e nem ter qualquer cargo na futura composição da diretoria”, pontuou.

Depois do alerta, ficou acertado que os municípios de São João, Ibirajuba, Jurema, São Bento do Una e Cachoeirinha receberão um parecer jurídico a ser confeccionado pela Prefeitura de Lajedo, bem como a estimativa dos custos para operação do Aterro. Um novo encontro será realizado no final do mês de agosto, para definir a composição do Consórcio. (Reportagem: Carlos Eugênio).

Nenhum comentário :

Postar um comentário