quinta-feira, 28 de março de 2013

Polícia Federal realiza prisão de dois homens suspeitos de contrabandear de cigarros do Paraguai

Policiais Federais lotados na Superintendência Regional em Pernambuco, prenderam ontem, dia 27.03.2013, por volta das 16hs, RAMIRO FARIAS PEREIRA, 36 anos, mecânico, casado, natural do Rio de Janeiro e residente em Arapiraca/AL (Não possui antecedentes criminais).

A prisãoa conteceu em virtude de investigações realizadas pela Polícia Federal a qual dava conta de uma possível venda de cigarros contrabandeados do Paraguai na região de Vitória de Santo Antão, Pombos e Gravatá/PE à beira das estradas e dentro das respectivas cidades e que tais pessoas estariam dentro de um pequeno caminhão de cor branca e de placas de Arapiraca/AL. De posse dessas informações bem como das características físicas dos suspeitos e da placa do veículo foi montada três equipes de policiais federais que se dirigirem para as cidades suspeitas com vistas à localização e consequente prisão dos possíveis envolvidos.

A operação teve seu desfecho final quando por volta das 16hs, os federais ao se dirigirem para a cidade de Gravatá pela BR 232 visualizaram um caminhão branco parado com as mesma características apontadas na investigação e com duas pessoas trabalhando em seu conserto que tinham placas de Arapiraca/AL, o qual começou a ser acompanhado de perto pelos federais. Após o término do conserto da viatura e de um tempo de análise da movimentação foram de pronto abordados pelos agentes federais que ao fazer uma busca minuciosana carroceria do veículo encontraram 2.500 carteiras de cigarros da marca “eight” contrabandeados do Paraguai.

Também foi encontrado na bolsa do preso a importância de R$ 34.551,00 (trinta e quatro mil e quinhentos e cinquenta e um) reaisque seriam produto da venda de outras cargas de cigarros que já haviam sido comercializados. Após o termino dos trabalhos investigativos, o preso recebeu voz de prisão em flagrante, foi informado dos seus direitos e garantias constitucionais e em seguidaconduzido para a Sede da Polícia Federal no Cais do Apolo, para que fossem adotados os procedimentos de polícia judiciária.

Na PF apenas um foi autuado e o outro por estar apenas acompanhando o dono da carga de cigarros e não ter sido comprovada sua participação no crime foi ouvido e liberado em seguida. Já RAMIRO foi autuado pelo delegado plantonista como incurso no Artigo 334 § 1º, alínea “c” (contrabando-vender mercadoria de procedência estrangeira introduzida clandestinamente no País) e, caso seja condenado poderá pegar penas que variam de 1 a 4 anos de reclusão.

Após as praxes processuais o autuado foi levado para o IML-Instituto Médico Legal onde se submeteu a exame de corpo de delito e em seguida liberado após pagamento de fiança no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil) reais. Além das e da quantia em dinheiro e das carteiras de cigarros, também foi apreendido (01) um cheque no valor de R$ 12.000,00 (doze) mil reais, 01(um) veículo hiundau de placas MVH 4432 e  02 (dois) aparelhos celulares.

Nenhum comentário :

Postar um comentário