sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

SAÚDE: Garanhuns recebe duas Unidades do SAMU

O Governo Municipal de Garanhuns recebeu nesta sexta-feira (22), duas unidades do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). As unidades serão expostas para a população na próxima segunda-feira (25) em frente ao Palácio Celso Galvão. A instalação do serviço no município foi uma das prioridades do Prefeito Izaías Régis desde que assumiu a Prefeitura em janeiro.

O prefeito Izaías recebeu as chaves das duas unidades das mãos do Governador Eduardo Campos, ontem (21), na abertura do Encontro Juntos por Pernambuco que reúne prefeitos dos 184 municípios pernambucanos.

Garanhuns recebeu uma unidade do tipo USA (Unidade de Suporte Avançado) também conhecida por UTI-Móvel (equipada com oxímetro portátil, bomba de infusão, aspirador, ventilador pulmonar, monitor/cardioversor e detector fetal). E uma unidade USB (Unidade de Suporte Básico) que conta com oxímetro portátil, desfibrilador externo automático e aspirador.

O município tem até 90 dias para implantar o serviço. “Este é o prazo máximo que o Ministério da Saúde estipula para implantarmos o serviço, com a capacitação dos profissionais, estrutura física. Mas a nossa expectativa é que possamos colocar o serviço em funcionamento bem antes disso, tudo dependerá do tempo de contratação e treinamento dos profissionais” explicou o prefeito Izaías.

COMO FUNCIONA O SERVIÇO
O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) realiza o atendimento de urgência e emergência em qualquer lugar: residências, locais de trabalho e vias públicas.

O socorro começa com a chamada gratuita, feita para o telefone 192. A ligação é atendida por técnicos que identificam a emergência e transferem o telefonema para um médico, que faz o diagnóstico da situação e inicia o atendimento no mesmo instante, orientando o paciente, ou a pessoa que fez a chamada, sobre as primeiras ações.

De acordo com a situação do paciente, o médico pode orientar a pessoa a procurar um posto de saúde, enviar ao local uma ambulância com auxiliar de enfermagem e socorrista ou uma UTI móvel, com médico e enfermeiro. Ao mesmo tempo ele avisa sobre a emergência ao hospital público mais próximo para que a rapidez do tratamento tenha continuidade.

O serviço funciona 24 horas por dia com equipes de médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e socorristas, que atendem as ocorrências de natureza traumática, clínica, pediátrica, cirúrgica, gineco-obstétrica e de saúde mental da população.

Criado em 2003, como parte da Política Nacional de Atenção a Urgências, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU/192) tem ajudado o Estado brasileiro a reduzir o número de óbitos, o tempo de internação em hospitais e as sequelas decorrentes da falta de socorro.

Nenhum comentário :

Postar um comentário