quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Polícia Federal cumpre seis Mandados de Prisão Preventiva expedidos pela 111ª Zona Eleitoral de Joaquim Nabuco/PE

A Polícia Federal cumpriu na manhã de hoje, 29.11.2012, 06 (seis) Mandados de Prisão Preventiva expedido pelo juízo da 111ª Zona Eleitoral de Joaquim Nabuco, em desfavor de 01 (uma) vereadora eleita no último pleito eleitoral, bem como de 05 (cinco) colaboradores que participaram ativamente da sua eleição fraudulenta. 

As investigações começaram no mês de abril de 2012 a partir do recebimento de uma carta enviada pelos correios narrando em riquezas de detalhes como o grupo agia, citando inclusive nomes de várias pessoas envolvidas e que podiam servir como testemunha.   Segundo o Ministério Público Eleitoral foi apurado perante o juízo da 111ª Zona Eleitoral-Joaquim Nabuco, que havia um esquema de captação ilícita de eleitores para as eleições municipais de 2012 no município de Joaquim Nabuco com a finalidade de angariar votos em favor da aludida candidata eleita ao cargo de vereadora que estava ocorrendo tanto no período pré-eleitoral como eleitoral deste ano.

O esquema consistia em cooptar pessoas sob a promessa de benefícios, doações, oferta e entrega de vantagens em troca de voto, para isso os participantes do esquema providenciavam documentos falsos para alistar e transferir eleitores de forma fraudulenta aumentando gradativamente o contingente que pudesse votar na então candidata.

O Ministério Público Eleitoral atribuiu aos réus os crimes previstos nos artigos 299, 348 e 349 do Código Eleitoral, além do crime tipificado no artigo 288 do Código Penal, ou seja: compra de votos (corrupção eleitoral), falsificação de documentos públicos e particulares para fins eleitorais e formação de quadrilha e caso sejam condenados poderão pegar penas que ultrapassam os 15 anos de reclusão além de multa.

Na ação foram utilizados 20 policiais federais distribuídos em quatro equipes para dar cumprimento à decisão da 111ª Zona Eleitoral de Joaquim Nabuco, proferida pela Juíza Eleitoral, Dra. Eunice Maria Batista Prado.  Dentre os presos estão duas mulheres e quatro homens e, após cumprimento dos respectivos Mandados todos serão enviados ao IML-Instituto Médico Legal, a fim de fazerem exame de corpo de delito e em seguida, os homens serão encaminhados para o COTEL- Centro de Triagem e Observação Professor Everardo Luna e as mulheres para a Colônia Penal Feminina do Bom Pastor onde ficarão à disposição do Juízo da 111ª Zona Eleitoral.

TRE – 111ª ZE – JOAQUIM NABUCO
POLÍCIA FEDERAL

Nenhum comentário :

Postar um comentário